Psicologia da FQM faz menção ao Dia Mundial de Combate ao Suicídio

O dia 10 de setembro é uma data alusiva ao Dia Mundial de Combate ao Suicídio – por isso, o referido mês é tido como Setembro Amarelo. A Faculdade de Quatro Marcos, através do curso de Psicologia, registra aqui a sua menção de apoio a este ato que evidencia um momento de divulgação e campanhas de combate e prevenção ao suicídio.

No Brasil, segundo o Ministério da Saúde, o suicídio já se tornou um problema de saúde pública com o registro de aproximadamente nove mil por ano ou uma morte a cada hora.  Para se ter uma ideia, é a terceira causa morte entre homens com idade de 15 a 29 anos e os distúrbios mentais estão associados a praticamente 100% de todos os suicídios registrados no país, segundo dados do Mapa da Violência no país.

A Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP) está atenta a este problema de saúde pública e acredita que poderia ser atenuado, se os profissionais que atuam na saúde mental fossem mais bem capacitados e se os serviços de emergência, funcionassem de maneira adequada.

Na área de prevenção é necessário desenvolver estratégias de promoção de qualidade de vida, de educação e de proteção e de recuperação da saúde. Na área de informação são necessárias ações de comunicação e de sensibilização da sociedade de que o suicídio pode ser prevenido.

O tema é uma preocupação global. A importância da data se deve à estimativa da OMS – Organização Mundial da Saúde de que nos últimos 45 anos a taxa de suicídio cresceu 60% no mundo Segundo dados da OMS, ao longo da vida, 17,1% dos brasileiros “pensaram seriamente em por fim à vida”, 4,8% chegaram a elaborar um plano para tanto, e 2,8% efetivamente tentaram o suicídio.